Isaac Ribeiro

TEMAS


Isaac Ribeiro



Nasci numa cidadezinha do interior de minas chamada virgínia, nasci com uma má formação conjenita nas duas pernas, praticamente morei na roça até os meus 5 anos, os médicos disseram aos meus pais na época que eu não iria andar e isso pra eles foram um choque muito grande mas mesmo assim eles cuidaram de mim com muito amor juntos com meus outros 4 irmãos.

Fui para a cidade e lá minha vida começou realmente pois o futebol me trouxe meus sonhos,eu e meus amiguinhos sempre jogavam futebol na pracinha e essa brincadeira me fez ter forças nas pernas para andar, pular, correr e outras peripércias de criança, minha família nunca teve dinheiro para pagar fisioterapeutas e o futebol que todo dia eu jogava na pracinha foi minha grande maneira de me reabilitar sem mesmo ter a noção do que vinha pela frente, era tão bom no futebol como goleiro que acabei sendo o melhor na época da cidade na categoria infantil e juvenil.

Mas o melhor estava por vir, em meados de 2002 iria acontecer na cidade de passa quatro a peneira para o time do cruzeiro de BH, meu time de coração e todos meus amigos que se destacavam em minha equipe estavam animados a participar mas eu não acreditava que eles iriam me aceitar por ser um deficiente, mas meus amigos me incentivaram a tentar pois sabiam que eu tinha talento, chegou o grande dia, e todos muitos nervosos fomos numa kombi super lotada para passa quatro encarar nosso sonho de ser um jogador profissional, chegando lá vimos mais de 300 jovens buscando o mesmo sonho,a peneira funciona de uma maneira bem simples.

O Técnico avaliador da base cruzeiro separava dois times cada pra jogar 20 minutos cada jogador e nesse tempo o jogador tinha que mostrar seu futebol uma única vez, quando cheguei para me apresentar, todos os meninos da região olharam pra mim com olhar de coitadinho e quando sinto, isso é muito bom por que é quando me sinto desafiado a fazer o melhor, meus amigos jogaram primeiro mas não jogaram bem e eu fiquei muito nervoso por isso, quando fui chamado fiquei muito tenso e desconfiado por jogar com meninos que nunca tinha visto jogar, lá no começo eu falei que tudo tem um propósito e realmente tem pois fui o único jogador a ser testado 3 vezes na peneira sendo que fiz uma partida brilhante e aproveitei esses minutos pra mostrar meu talento.

Quando terminou a peneira recebi o reconhecimento de todos os jogadores que estavam ali naquele momento de pura felicidade, quando o técnico reuniu todos os garotos pra divulgar a lista de aprovados fiquei muito tenso de novo, de 300 jogadores que ali estavam só passaram 6 Jogadores de campo e 2 Goleiros sendo o último convocado o menino chamado isaac ribeiro, foi inexplicável a sensação,euforia tomava conta de mim e principalmente de meus amigos.

A voltar pra virginia com a notícia surpreendente recebi o carinho de muita gente na rua e isso pra mim foi uma vitória naquele dia, pois era o sonho de muita gente um dia passar em uma peneira de futebol de um grande clube de futebol.

Ao passar da euforia da peneira e com a expectativa de me apresentar ao cruzeiro no próximo de ano, voltei mais forte e focado nas peladas diárias em minha cidade pois não tinha um treino diário como em clubes profissionais , a cada partida de futebol me senti como se tivesse representando o cruzeiro e cada vez mais melhorando minhas qualidades como goleiro, e isso para meus colegas era motivador por que todos queriam fazer um golzinho no goleiro que até então tinha dado o primeiro passo para se tornar um jogador profissional, passei o final de ano de 2002 jogando todos os dias pensado que quando fosse para belo horizonte seria testado novamente com os outros jogadores do Brasil todo, e isso para mim era uma chance única e por isso tinha que demonstrar meu talento novamente e tentar ser ainda melhor.

Mas chegando lá os diretores do clube não me aceitaram por ser deficiente e isso pra mim foi uma choque mas como nada na vida é por acaso, lá conheci o esporte paraolímpico e lá me inspirei, voltei para minha casa no outro dia e com certeza com outro sonho na cabeça que era de participar dos jogos paraolímpicos um dia, em 2004 fui para rio com uma mochila nas costas num caminha buscar meu sonho mesmo sabendo que não seria no futebol, cheguei na ANDEF (associação de deficientes de Niterói).

Lá fiquei por 2 anos fazendo natação mas como não me dei bem, e Deus sempre nos coloca em coisas boas, em 2006 conheci e passei a treinar e morar no clube do Botafogo , localizado na lagoa Rodrigo de Freitas, em 2007 perdi a seletiva para Pequim por 3 segundos mas não desisti e estou invicto na minha categoria desde 2009 e fui para Londres em 2012 e fiquei em 7º lugar com minha parceira de barco Josiane Lima e assim realizei meu grande sonho de participar das paraolímpiadas, foi inesquecível, mas para 2016 vou buscar essa medalha seja no remo ou na canoagem, também pratico jiu jitsu, surf, natação, stand up e o futebol onde tudo começou.

Títulos:

- Tri campeão brasileiro de remo (2009,2010,2011).

- Bi campeão brasileiro de remo indoor (2010,2012).

- 1 Vice campeonato de remo indoor (2011).

- 6 Vezes campeão estadual.

- 4ª Lugar no campeonato mundial realizado na nova zelandia (2010).

- 3 lugar na regata internacional em gavirate na itália(2012).

- 2º Lugar na copa do mundo em belgrado valendo vaga em londres(2012).

- 5 vezes campeão da regata do futuro realizado no rio de janeiro.

- 8º lugar nos jogos paraolímpicos de londres 2012.

- Medalha de prata na regata internacional de gavirate na itália 2013.

- Vice campeão brasileiro, o de paracanoagem em 2012 no mato grosso.

- Títulos no surf também como no judo e jiu jitsu.

- Quero dar palestras motivacionais e mostrar que tudo na vida é possível quando se tem fé

Temas de Palestras:

- Sonhos
- Fé
- Persistência
- Realizações
- Amor ao esporte e a vida