Barbara Gancia

Barbara Gancia

Barbara Gancia

TEMAS


Barbara Gancia



Colunista do jornal Folha de S.Paulo e no canal Globosat e em 2016 faz palestras, inclusive, na Casa do Saber. Trabalhou na rádio BandNews FM e foi uma das apresentadoras do programa Saia Justa, do canal GNT.

Apresentou o programa Invasões Bárbaras no canal de TV pago Bandsports. Foi eleita em 2014 entre os TOP 100 dos +Admirados Jornalistas Brasileiros, votação realizada por Jornalistas&Cia. Reeleita em 2015 subiu de classificação e ficou entre os TOP 50, ou seja, entre os 50 jornalistas mais admirados do Brasil.

Estudou na Escola Britânica de São Paulo (SP), depois fez seus A Levels em Montreal e na Inglaterra.

Iniciou a carreira assinando colunas no jornal Folha de S.Paulo, em 1984.

Trabalhou em seguida no jornal O Estado de S.Paulo, no Pasquim – edição São Paulo, Escreveu para as revistas da Editora Abril onde, em 1989, ganhou o Prêmio Abril por reportagem.

Em 1991, voltou para a Folha para assinar duas colunas: no caderno Cotidiano, às sextas-feiras, Barbaridades & Extravagâncias, e a domingueira Barbara Responde, na Revista da Folha, em que respondia de forma pouco ortodoxa às perguntas dos leitores. Com o encerramento da revista, passou a escrever nas revistas sãopaulo (encartada na edição de domingo da Folha) e Serafina.

Apresentou do programa Invasões Bárbaras no canal de TV pago Bandsports. É uma das apresentadoras do programa Saia Justa, do canal GNT e colunista da BandNews FM.

Barbara também foi apresentadora do canal Bandsports e colunista da Bandnews FM, sendo que nesta última chegou a trabalhar como comentarista das transmissões de partidas de futebol e corridas de Fórmula 1. Também possui um site pessoal na web. Foi colunista sobre comportamento nas revistas da Abril.

Sobre a trajetória no jornalismo diz: eu sempre trabalhei nas áreas de comportamento e opinião e fiz esporte por um tempo. Em março de 2016 esclarece: Eu trabalho apenas na Folha e no canal Globosat e faço palestras, neste ano.

Sua palestras abordam o tema:

Alcoolismo. Ela bebeu durante 30 anos e conseguiu, após três internações e 20 anos tentando, sair do vício.

Está sóbria há oito, aliás, quase nove (Em março faço aniversário!).

Ela ministra palestras em comunidades, escolas, já falou para professores da Escola Paulista de Medicina, participou de Congressos, já falou a uma plateia de Congresso da OMS, entre outros.