Eder Aleixo

TEMAS


Eder Aleixo



Eder Aleixo de Assis, nascido no dia 25 de maio de 1957, ótimo ponta-esquerda do Grêmio, Atlético Mineiro e Palmeiras, trabalha como empresário no ramo de posto de combustíveis, é representante de óleo lubrificante, foi comentarista da Rede Globo/Minas e joga futebol masters.

Éder começou sua carreira pelo América Mineiro (MG), como ponta esquerda. Após se transferir para o Grêmio, foi comprado por um dos rivais do América: o Atlético Mineiro. Lá permaneceu a maior parte de sua carreira, e lhe rendeu convocações para a Seleção Brasileira durante muitos anos.

Éder recebeu a Bola de Prata do Campeonato Brasileiro em 1983.

Em 19 de março de 2012 estreou como um dos apresentadores do programa GOLASÔ, atração esportiva da Band Minas de segunda à sexta-feira, das 12h30 às 13h15.

Mineiro de Vespasiano, Éder começou a se destacar verdadeiramente no futebol no Tricolor gaúcho, então comandado por Telê Santana.

O time gremista vivia um jejum de títulos, já que naquela época o Internacional, de Falcão e companhia, era o dono do Rio Grande do Sul.

O Tricolor que desbancou o fortíssimo Colorado tinha: Corbo; Eurico (ex-Palmeiras), Ancheta, Oberdan e Ladinho; Vitor Hugo, Iura e Tadeu Ricci; Tarciso, André Catimba e Éder.

Jogou 52 partidas (5 não oficiais) pela Seleção Brasileira.

Atuou na Copa do Mundo FIFA de 1982.

Seu apelido era O Canhão, uma vez que, supostamente, ele tinha o chute mais poderoso do mundo.

Marcou um belo gol contra a União Soviética nesta copa, o qual constantemente é listado como um dos mais fantásticos gols marcados em uma Copa.

Depois que seu companheiro de time, Falcão, deixou a bola passar entre suas pernas, Éder ajeitou com seu pé esquerdo antes de estourar a bola na rede com o mesmo pé a uma distância de 25 metros. Dasaev, goleiro soviético - considerado o melhor goleiro do mundo - sequer se moveu.

Éder, à época atleta do Atlético-MG, foi uma das estrelas da Seleção Brasileira de 82, eliminada pela Itália.

Ele, que era conhecido como "O Bomba da Vila Olímpica", começou a carreira no América (MG) e jogou também na Inter de Limeira, Santos, Sport, Botafogo (RJ), Cerro Porteño/Paraguai, Fenerbahçe-TUR, União São João (SP), Montes Claros (MG), Atlético (PR) e Cruzeiro, onde foi campeão da Copa do Brasil de 93.

Um dos gols mais marcantes feitos por Éder aconteceu na semifinal do Campenato Paulista de 1986. Então ponta-esquerda do Palmeiras, Éder marcou um gol olímpico contra o Corinthians, do goleiro Carlos, e ajudou a conduzir o time alviverde à final daquele estadual.

Na seleção, o gol do ex-ponta na União Soviética, do goleiro Dasaev, dificilmente sairá da memória dos brasileiros. A "bomba", indefensável, deixou o mundo da bola boquiaberto durante a Copa de 82.

Seus Recordes e Suas Conquistas

- Participou da goleada histórica em cima da Seleção da Colômbia no Mineirão dando um verdadeiro show com suas bombas: resultado, foi um dos heróis do massacre.
Essa apresenção foi só uma das que deixaram Telê Santana convicto de que Éder deveria figurar entre os craques da Seleção Brasileira de 1982 na Copa do Mundo. 23/06/1981 - Atlético Mineiro 6x1 Seleção da Colômbia.
- Fez parte do "Galo Hexa", maior seqüência já alcançada em Minas Gerais na Era Profissional.
- Revelação do Campeonato brasileiro (Oficial): 19801
- Bola de Prata do Campeonato Brasileiro: 19832
- 3º Maior Futebolista Sulamericano do ano - El Mundo (VEN): 19833

Tipos de Trabalhos

-Esportes
-Mestre de Cerimônias
-Presença Vip