Clebão

TEMAS


Clebão



Cléber Américo da Conceição, o zagueiro Cléber, foi um dos mais queridos e respeitados jogadores de futebol.

Nascido em Belo Horizonte em 26 de julho de 1969, vestiu algumas das mais importantes camisas do futebol brasileiro como Palmeiras, Atlético Mineiro, Cruzeiro, Santos, Figueirense e São Caetano, alem de Logroñes da Espanha e Yverdon, da Suíça. Após parar com a bola, tentou a sorte como cartola e em 2016 seguia residindo nos Estados Unidos, para onde mudou com o intuito de aprender o idioma inglês.

Em 2008, exerceu a função de diretor de Futebol do América de Belo Horizonte, onde atuava também como construtor imobiliário. No fim do ano, passou a gerenciar o futebol profissional do Mogi Mirim, time presidido pelo corretíssimo Rivaldo.
 
Foi treinador do Araxá Esporte Clube-MG no ano de 2011, deixando o cargo em outubro do mesmo ano.

Em janeiro de 2013, assumiu o comando do Poços de Caldas, time que disputa as divisões inferiores do futebol de Minas Gerais, mas devido a problemas financeiros deixou o clube em 19 de fevereiro de 2013. O clube anunciou em 23 de fevereiro que não disputaria o campeonato.

Poucos atletas conquistaram tantos títulos como ele. Levantou o Campeonato Mineiro em 1989 e 1991, o troféu Ramon de Carranza em 1991, o Campeonato Brasileiro em 1993 e 1994, o Campeonato Paulista em 1994 e 1996, a Copa Naranja de Valencia (Espanha) em 1997, a Copa do Brasil em 1998 e 2000, a Copa Mercosul em 1998, a Taça Libertadores de 1999, a Copa Sul Minas em 2001 e o Campeonato Catarinense de 2004.

Também defendeu a Seleção Brasileira em 13 jogos segundo o livro "Seleção Brasileira - 90 Anos", de Roberto Assaf e Antonio Carlos Napoleão, com sete vitórias, três empates e três derrotas.

De acordo com o Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti, fez 372 jogos pelo clube com 212 vitórias, 92 empates, 68 derrotas e 21 gols marcados.

Tipos de Trabalhos:

- Talk Show
- Presença Vip
- Clínica de Futebol

at 7-8